Categoria: Sem categoria

Hora e meia. Nem mais nem menos.

(Para leer esta entrada en Español pincha en: Hora y media, ni más ni menos) Chegou o momento. Pego o capacete e a minha incansável companheira de aventuras de duas rodas, e saio com rumo certo.  Hora e meia, nem mais nem menos. Durante este tempo meus músculos se misturam com a engrenagem da bicicleta. Ela e

Continue lendo

“Identidade”, a busca nossa de cada dia

(Para leer el texto en Español, pincha en: Cazador de mí)   Caçador de mim Por tanto amor, por tanta emoção A vida me fez assim Doce ou atroz, manso ou feroz Eu, caçador de mim Preso a canções Entregue a paixões Que nunca tiveram fim Vou me encontrar longe do meu lugar Eu, caçador

Continue lendo

Re-Read. Um sebo? Não! Uma livraria “Lowcost”

(Para leer esta entrada en español pincha en: Re-Read) Tesouro escondido “Deslizou a mão sobre os livros enfileirados na estante. Seus olhos se fixaram em um título conhecido, e uma chuva de lembranças jorrou desde um recôndito escondido da sua memória. Sempre vale a pena reler um bom livro – pensou. Retirou o livro da estante, sentindo-se como um garimpeiro ao encontrar

Continue lendo

Mudar: uma questão de sobrevivência.

(Para leer el texto en Castellano pincha en: Cambios) Mudanças A mesma de ontem? Não, jamais volterei a ser. Porque a pessoa de ontem morreu quando dormi. Hoje acordei um pouco diferente, um pouco transformada. Sou uma variação da pessoa de ontem, uma nueva versão. Ainda que a mudança seja pequena, para alguns imperceptível, te garanto…

Continue lendo

Prêmio Dardos

(Para leer el texto en español pincha aquí: Premio Dardos) Oi amigos! Resolvi interromper as minhas férias para fechar o ano com o Prêmio Dardos, que foi uma indicação de duas blogueiras muito simpáticas: Michelle do blog Amando o Hoje e a Vanessa do blog Quase em Crise?. Me parece bastante interessante que o Prêmio Dardos tenho dado a volta ao

Continue lendo

O Monstro de Cores: aprendendo sobre os sentimentos

(Para leer el texto en Español pincha en: El monstruo de colores) Uma resenha muito especial Sou uma amante dos contos infantis! Gosto muito de aprender e ensinar através dos contos. As histórias infantis não foram criadas somente para entretener as crianças. Na verdade elas possuem um forte componente didático que deve ser aproveitado ao máximo para ajudar as crianças no seu

Continue lendo

O ruído das folhas secas em outono.

(Para leer el texto em Español pincha en: El ruido de las hojas secas en otoño) As tardes cinzentas de anoiteceres prematuros; as folhas secas que pisamos pelo caminho, são um pouco de todas as coisas belas que o outono nos presenteia. Porém, o mais belo que guardo do outono, é o teu sorriso maroto, enquanto corres pisando as folhas

Continue lendo

Crônica do meu primeiro encontro literário

(Para leer el texto en español pincha en : Corazones afines) Corações afins Entrei pela grande porta com vacilação. Geralmente lugares como aquele me fariam sentir bastante segura, como quando me escapava das amigas durante o recreio, e me escondia entre os livros. Caminhei timidamente pelo corredor folheando alguns livros, sem nem ao menos ler os

Continue lendo

Te atreves a sair das 4 paredes?

(Para leer el texto en Español pincha en: ¿Te atreves a salir de las 4 paredes?) Meu segundo lar Meu coração batia a um ritmo acelerado, enquanto pensava: “Já não tenho idade para essas aventuras. Mas que besteira estou dizendo? Deve estar faltando oxigênio no meu cérebro.” O caminho era íngreme, cheio de pedras e embora eu

Continue lendo

Resenha: O Mártir das catacumbas

Imagine a situação: crianças, jovens, famílias inteiras, anciões, todos vivendo em túneis subterrâneos, nas catacumbas de Roma, para poder viver sua fé em Jesus. Que convicção, que amor tão forte e profundo pode fazer com que pessoas (algumas delas ricas), deixem a luz da superfície para viver na escuridão das catacumbas? No entanto, naquele lugar sombrio, frio, úmido, onde o ar era escasso e os ossos atrofiavam-se pela falta de luz, a Luz de Jesus iluminava suas almas e os ajudava a suportar a difícil carga que necessitavam levar.