Resenha Filme: Mary Poppins

(Para leer la reseña en Español: Reseña de Película: Mary Poppins)

Loucos por Mary poppins
Fotografia de arquivo: Claudine Bernardes

Loucos por Mary Poppins

“O vento do leste e a brisa do mar espalham o que há de novo”.

Você já viu Mary Poppins? – Me perguntou um dia meu marido enquanto perambulávamos por uma grande loja. Peguei a caixa do DVD nas mãos, olhei bem… Quem não ouviu falar de Mary Poppins? No entanto minha resposta foi “Não “carinho”, nunca vi esse filme”. Desde então já organizamos muitas sessões de cinema, onde meu marido, o nosso pequeno e eu nos divertimos vendo Mary Poppins e comendo pipoca. É verdade que amamos ver filmes e séries antigas, inclusive nosso filho de 5 anos já está acostumado com os nosso personagens favoritos como Cantinflas, O Super-heroi Americano, Jennie o Gênio e outros. No entanto, com Mary Poppins dançamos juntos, pulamos pela sala, nos divertimos com os sapecas Jane e Michael Banks e choramos cada vez que demitem a Mr. Banks. É um filme lindo!

Embora seja um filme de 1964, não podemos negar que Mary Poppins é um Filme atemporal (ao menos no meu ponto de vista). O meu filho ama esse filme, inclusive de vez em quando me diz: “Mãe, já faz dias que não vemos Mary Poppins”, e lá vamos para outra sessão mais. Por que recomendo Mary Poppins? É um filme divertido, emocionante, e que ensina a importância da família. Ensina que os pais devem passar tempo com seus filhos e que os filhos devem expor seus sentimento aos pais.      

O que falar da trilha sonora? São todas canções lindas! Os irmãos Sherman fizeram um grande trabalho. Algumas são tão singelas enquanto outras são tão alegres e divertidas. Agora mesmo, enquanto escrevo este post escuto suas músicas. A minha preferida é Chim-Chim-Cheree:

Ou parte que gosto muito é quando Mary Poppins, Bert, Jane y Michell são tragados pela chaminé e começa a dança no telhado, Step in time (é uma pena que não encontrei nenhuma me português).

As vezes, assim sem mais, começo a cantar e o meu filho entra na canção comigo:

Com um pouco de açúcar
Até remédio é um prazer!
Remédio passa a ser, bom de paladar
Só um pouco de açúcar faz qualquer remédio ser
Bem gostoso de tomar.

Na verdade considero que Disney fez um grande trabalho com a produção e adaptação do livro de P. L. Travers, ainda que a autora não estivesse de acordo. Entendo o seu desacordo já que o filme ficou bastante diferente do livro. Entretanto, na minha opinião o que vale é o resultado final; se as crianças (grandes ou pequenas) gostaram e desfrutaram com o filme. E isso eu posso confirmar, nos divertimos muito com Mary Poppins. 

Anúncios

4 comentários sobre “Resenha Filme: Mary Poppins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s