Resenha Filme: Cantinflas

(Para leer el texto en español pincha en: Reseña película Cantinflas)

reseña Cantinflas la caja de imaginación

Cantinflas e eu

Sou uma apaixonada pelos filmes de Cantinflas. Talvez você se pergunte: Como uma brasileira conheceu a Cantinflas? Tudo culpa do meu marido, que sempre foi uma amante dos filmes mexicanos. Quando conheci ao meu marido, conheci também a Cantinflas. Ele já tinha quase todos os filmes do comediante mexicano e me fez assistí-las com ele.

Películas filmes de cantinflas

Estas são apenas alguns filmes de Cantinflas que temos.

O Ator de um só personagem.

É interessante como um ator de um só personagem pode fazer tanto sucesso durante tantos anos, sem mudar de estilo e que ainda seja lembrado com tanto carinho. Mario Moreno era um ator muito divertido, que introduzia nos seus filmes muitos temas sociais. Seu estilo inconfundível lhe fez conquistar o povo mexicano e fazer sucesso fora de México também. O mundo o admirou pelo papel de Passepartout na super-produção A Volta ao Mundo em 80 dias. Mario Moreno emprestou muito de Cantinflas a Passepartout e o resultado foi um filme maravilhoso. Atrevo-me a dizer que  A Volta ao Mundo em 80 dias não seria o grande sucesso que foi sem a atuação de Mario Moreno como ator secundário (Secundário? na minha opinião ele era o ator principal pois destacava mais que o próprio David Niven – Phileas Fogg).

Cantinflas vuelta al mundo en 80 días

Cantinflas, o Filme – Uma obra de arte

O filme Cantinflas conta a história do ator Mexicano Mário Moreno e como este se converteu em Cantinflas, o personagem mais querido pelo povo mexicano e conhecido mundialmente. Por que gostei tanto do filme? Conhecendo a vida e obra e Mario Moreno, me pareceu genial contar a história de Cantinflas e Mario Moreno misturada com a história de como realizou-se a produção do filme A Volta ao Mundo em 80 dias.   O filme nos mostra como se formou o personagem Cantinflas com seu inconfundível humor carregado de aspectos linguísticos do linguajar mexicano, tanto na entonação, como no léxico e na sintaxe. Sua forma peculiar de falar ficou tão conhecida dentro dos países de língua espanhola que surgiu toda uma de novas palavras, como:  ser un cantinflas, cantinflear, cantinflada, cantinflesco o cantinflero.  Além disso, também vemos no filme muito sobre a vida pessoal de Mario Moreno, seu casamento com a atriz   Valentina Ivanova Zuvareff, os problemas conjugais e o desejo do casal em ter um filho próprio  (algo que nunca aconteceu).

A incrível atuação de Oscar Jaenada

O escolhido para dar vida a Cantinflas e Mario Moreno foi o ator espanhol   Óscar Jaenada. A escolha de um ator espanhol ao invés de um ator mexicano recebeu inicialmente uma forte crítica. O próprio Jaenada falou posteriormente sobre o tema:

  Em México questionaram a minha escolha desde o segundo dia, minha reação foi o silêncio e a minha resposta “Cantinflas”.

E que resposta, garoto! O resultado do trabalho de Oscar Jaenada foi um tapa na cara de muita gente. Sua interpretação foi tão, mas tão boa, que havia momentos em que eu me sentia completamente confundida. Não sabia se estava vendo a Jaenada ou Moreno, mas sem dúvida estava vendo a Cantinflas. Oscar conseguiu captar toda a essência, tanto de Moreno como de Cantinflas. Sua interpretação foi premiada com o Prêmio Platino ao Melhor Ator. Sua maneira de mover-se, de cantinflear, os olhares, gestos… uma palavra expressa o seu trabalho: INCRÍVEL.

Vamos ver um pouco do filme:

Espero que você tenha ficado com vontade de ver o filme. Eu já o assisti ao menos três vezes, e sei que meu marido me fará ver algumas vezes mais (hahahaha). Se já assistiu deixa aqui a sua opinião. Um grande abraço e até a próxima.😉

Laranjais, laranjas e flor de azahar

(Para leer el texto en español pincha en: Naranjos, naranjas y flor de azahar)

naranjos flor 1

Laranjais

Algo me une aos laranjais, como um amor antigo e forte; a reminiscência de um passado bem passado. Agora que voo entre eles, com o forte cheiro da flor de azahar inundando meus sentidos, posso pensar con clareza. É verdade, existe algo mais entre os laranjais e eu.

A memória é a minha máquina do tempo, e através dela regresso à minha infância, quando ainda vivia no meu outro mundo. Fazia calor, era natal, e como todos os anos, nos reuníamos na casa do meu avô.  As árvores frutíferas ainda habitavam os jardins, onde duas árvores de laranjas se erguiam como gigantes. Uma delas nos dava uma fruta suave e doce, e da outra nascia uma fruta tão azeda como limão, e esta era a minha preferida.

Enquanto os adultos preparavam a comida e trocavam informação sobre a vida dos vizinhos, meu avô nos havia dado a importante de missão de colher as laranjas e preparar suco para toda a família. Na hora de comer, montávamos a mesa debaixo da grande laranjeira doce, onde toda a família reunida comia e conversava alegremente.

Os anos passaram, meu avô morreu, as laranjeiras foram cortadas e a família já não se reúne para festejar o natal como antes. Não, não te enganes, não digo isso com pena ou nostalgia, no sou do tipo melancólica. Na verdade minhas lembranças me alegram, no entanto hoje estou construindo novas lembranças.

Quando vim para Espanha, há 11 anos, minha adaptação não foi difícil. Creio que em parte, o que me fez amar essa terra seca e árida, como se fosse minha casa, foi a estar tão perto dos laranjais. Vivo em Castellón de la Plana, na Costa de Azahar, ou seja, a costa dos laranjais.😉

Por onde quer que vá, em cada canto dessa bela província, encontro um mar de laranjais, e me sinto em casa, como na minha infância. É uma sensação incrível, indescritível.

 Não transforme as suas lembranças em prisões que te impeçam de viver o presente.

Assim é como estão os laranjais na primavera:

naranjos flor3

Tirei esta foto quando ainda era inverno e época da colheita de laranjas:

Archivo 25-4-16 21 06 23

Obrigada por passar uma vez mais por aqui. Até a próxima😉

De passeio na Feira do livro com o meu filho

(Para leer el texto en español pincha en: Feria del libro con mi peque)

Feria del libro Castellón 2016

– Mamãe, onde vamos agora?
– Na feira do livro,”cariño”.
– Não! Prefiro ir a outro lugar…
– “Cariño”, ontem te levei ao parque para brincar e te fiz companhia em algo que tu gotas. Hoje é a tua vez de acompanhar-me em algo que eu gosto.
– Está bem, mamãe.

Foi assim que começou a minha manhã neste último sábado, de caminho à Feira do Livro de Castellón. Mas quando chagamos lá, meu menino mudou completamente de ideia. Era como se ele tivesse entrado em um mundo mágico, cheio de coisas incríveis para descobrir. Se num princípio a ideia era que ele me acompanhasse, quando entramos percebi que era eu que o estava acompanhando. Alejandro ia de uma mesa à outra, lendo de tudo e fazendo-me perguntas sobre vários livros.

11 feria del libro Alejandro 2

Quando chegamos na sua seção favorita “Livros infantis”, ele sentiu-se completamente a vontade e começou a olhar tudo. Encontrou os seus livros de Ana Llenas que tanto gosta, principalmente “O monstro de Cores” . Também estava “Emocionario” um livro que desejo fazer um resenha dentro de pouco tempo.

3 feria del libro Ana llenas

Particularmente gostei de alguns livros infantis ilustrados:  Las Fábulas de La Fontaine e Pinocho (Pinóquio), que são clássicos; além de Cosquillas para el Corazón (Cócegas para o coração).

Depois de olhar de tudo, decidi comprar “Cuentos para Entender el Mundo” (Contos para entender o mundo) de Eloy Moreno. Aproveitei que Eloy estava presente e pedi uma dedicatória.  Ele é um encanto de pessoa, já estou lendo o seu livro e logo farei uma resenha para vocês.

Feria del Libro Eloy Moreno

O mais lindo de toda a manhã foi o que o meu filho me disse: Mamãe, um dia os teus contos também estarão na feira. “Que Deus te ouça filho.”

Que surpresa para o meu filhão quando ele encontrou o seu super amigo Juan. Enquanto eu estava na fila para pegar minha dedicatória eles passearam por toda a tenda, buscando livros que gostavam. O difícil foi convencê-lo que já era hora de ir para casa. Adorei ver que aquele corpinho inquieto e nervoso está habitado com um leitor precoce.

A Feira do livro de Castellón é bem pequena, no entanto melhor isso que nada.😉  Agora vou deixar para vocês uma lista das feiras internacionais mais importantes. Eu nunca fui a nenhuma, assim que se você visitou alguma delas conte-nos como foi a experiência.

 Frankfurt Book Fair:
http://www.book-fair.com/

Feria Internacional del Libro de Guadalajara (México)
Información sobre la feria y programa de actividades. Plano de la exposición y catálogo de expositores.
http://www.fil.com.mx/

Feria Internacional del Libro de Buenos Aires
Información práctica sobre la feria, programa de actividades, catálogo de expositores, participaciones especiales y personalidades, prensa y publicidad.
http://www.el-libro.org.ar/ 

LIBER. Feria Internacional del Libro
Información general a visitantes y expositores. Relación de expositores y catálogo oficial. Calendario de actividades.
http://www.salonliber.es/ 

Rio de Janeiro Internacional Book Fair: Rio de Janeiro – Brasil. Septiembre. http://www.fagga.com.br

Feria del Libro de Bogotá
Información general sobre la feria, expositores y noticias.
http://www.feriadellibro.com/

Cairo International Book Fair
Página oficial de la Feria Internacional del Libro de El Cairo.
http://www.cairobookfair.org/
Hong Kong Book Fair
Información general (en inglés) de la Feria Internacional del Libro de Hong Kong.
http://hkbookfair.hktdc.com/ 

London Book Fair Exhibition
Página oficial de la Feria Internacional del Libro de Londres.
http://www.londonbookfair.co.uk/
Salon du Livre (París)
Página oficial en francés e inglés del Salón Internacional del Libro de París.
http://www.salondulivreparis.com/

Obrigada pela companhia e até logo😉

Um conto para unir laços: Arthur o Supergato.

(Para leer el texto  en español pincha en: Arthur el super gato)

Arthur el super gato Claudine Bernardes

Texto e ilustração: Claudine Bernardes

Um conto unindo dois mundos

No ano passado o meu filho estudou a vida dos gatos (no jardim de infância). Como de costume, sua professora pediu aos pais que enviemos informação e conteúdo para que as crianças possam compartilhar com toda a classe. Como gosto muito de contos, pensei que seria uma boa ideia escrever um conto e assim também poderia exercitar e melhorar minhas ilustrações (já sei que ainda tenho muito trabalho pela frente).

O resultado foi: Arthur o supergato.  Todos os contos que escrevo tem uma finalidade que vai mais além da lúdica, porque acredito que um conto pode fazer muito mais que somente entretener as crianças. Esse enfoque segui ao escrever o conto, cujos personagens são todos reais: Meu filho (narrador e personagem), Tia Fran (minha irmã) e Arthur (o gato da minha irmã). O conto é narrado pelo meu filho, e a ideia que plasmei é de como se ele estivesse lendo o conto e passando as páginas do livro (observe que nos cantos das páginas aparece a sua mão). Misturei imagens reais (fotos feitas pela minha irmã) com as minhas ilustrações.

Quando mostrei o resultado final para o meu filho, ele ficou encantado. Se sentiu conectado com uma parte de mim que ainda não conhecia: O Brasil.

Meu filho ainda não esteve no Brasil e só conhece alguns membros da minha família que estiveram aqui na Espanha. No entanto a tia Fran ainda não esteve aqui, ele só a conhece através do computador. Poder entrar no mundo mágico dos contos, ser um dos personagens e compartilhar essa história com a tia e seu gatinho fez com que ele se sentisse mais próximo da minha família que vive no Brasil

Depois que imprimi o conto, meu filho levou sua história ao jardim e a contou, cheio de orgulho, aos seus amiguinhos. Foi um sucesso!

É importante que seus filhos conheçam a sua história

Viver longe do seu  lugar de nascimento, longe da sua cultura, não deve ser um impedimento a que seus descendentes tenham acesso a essa cultura. É importante que os seus filhos conheçam a sua história, porque também faz parte da história deles. Compartilhe com eles as suas aventuras de criança, as lendas locais os “causos”, os personagens que fizeram parte da sua infância.  Suas histórias enriquecerão a vida dos seus  filhos e os deixarão mais próximos a você.

Agora deixo o conto completo (pulsa sobre a imagem para vê-la mais grande):

cuento Arthur el Super Gato Claudine Bernardes

Espero que tenha gostado. Deixe a sua opinião e se puder, compartilhe o post. Até breve!😉

 

Por que contar contos às crianças?

(Para leer el texto en español pincha en: contar cuentos a los niños)

contoterapia contos a caixa de imaginação

Era uma vez…

O menino estava deitado comodamente na sua cama, mas não conseguia dormir. Sua mãe, como uma fada madrinha, sentou-se ao seu lado, e sabendo o que o filho necessitava, começou a contar-lhe uma história: _ Era uma vez…

A criança deixou levar-se pela história, adentrando no mundo mágico da imaginação. Caminhou por sendas íngremes; lutou ao lado de príncipes contra ferozes dragões e depois de vencê-los regressou vitorioso para pedir a mão da princesa e viver feliz para sempre.

Os argumentos dos contos populares, cheios de ação e pouca análise sobre as causas dos acontecimentos,  captam facilmente a atenção do leitor infantil, já que envolvem sua personalidade.

Um dos axiomas fundamentais da psicologia diz que os primeiros anos de vida da criança têm um papel fundamental no desenvolvimento futuro de cada ser humano. O estabelecimento de um horizonte de significado  é essencial para dar fundamento e sentido às experiências vivida pela criança.

O que é horizonte de significado?

Horizonte de significado é o ponto de referência no qual os eventos da vida cotidiana começam a encontrar sentido, um enredo que os unifique. Assim, a criança pode acomodar todas as suas experiências de vida, deixando de vê-las como uma experiências caóticas; como se não existisse relação de umas experiências com outras. Pouco a pouco a criança começa a compreender que sua vida tem um sentido, uma orientação, ou melhor, um enredo, como as histórias que escutada cada noite.

O horizonte de significado pode ser entendido como o sentido de vida.

Muitos autores concordam que, se queremos viver, não momento a momento, mas realmente cientes da nossa existência, necessitamos encontrar significado a nossas vidas. Entretanto, não adquirimos um compreensão do significado da vida em uma idade determinada, ou quando se atinge a  maturidade cronológica. Se trata de um processo que culmina com a maturidade psicológica.

 Bruno Bettelheim  na sua prática terapêutica percebeu a importância de que as crianças tivessem acesso a materias que ajudassem na formação de um horizonte de significado.

Bettelheim  concluiu que o material mais apropriado para  proporcionar significado à vida da criança está nos contos de fadas tradicionais, já que estão formados por personagens arquetípicos (A bruxa, o príncipe herói, a princesa, o rei, a fada madrinha etc).

Por que contos de fadas (fantásticos)?

  • Os contos de fadas despertam a criança pouco a pouco em relação ao seu entorno;
  • Proporcionam uma leitura iconográfica e amena;
  • Pela simplicidade das situações descritas, muitas de forma tipificada;
  • Outro fator importante é que os contos de fadas alcançam muito êxito entre as crianças, enriquecendo sua vida mais que outros materiais de leitura. Isso acontece porque os contos conectam-se com o seu psicológico e emocional, em virtude da grande simbologia que penetra no consciente infantil, ajudando na compreensão mais profunda e liberando o seu significado;
  • As histórias arquetípicas, como os contos de fadas, ajudam ao ser humano a orientar, dar sentido  e fundamento à sua existência durante o processo de converter-se em pessoa e no seu processo de individualização.
  • Os contos ajudam a adquirir mais vocabulário, tempos verbais e também ajudam a compreender a contextualização.

     

Outro fator muito importante é a transmissão de carinho que ocorre durante o momento em que que se conta um conto para a criança.

Este encontro emocional é insubstituível. A palavra se transforma em transmissora de afeto, não só de conteúdo, e recupera o poder que lhe corresponde como rainha da imaginação.

Estes foram somente alguns exemplos dos benefícios dos contos de fadas. Infelizmente muitos pais não contam contos para os seus filhos. Tanto é assim que todo material de contoterapia que tenho encontrado, está dirigido para os profissionais da educação. Minha proposta é aproximar a contoterapia ao mundo familiar.

frase ler contos para crianças
 Já escutei muitos comentários contrários aos contos de fadas. Você já sabe o que penso, agora gostaria de saber a sua opinião. Até breve.

Maio – Novelas e contos: Concursos literários

(Para leer el artículo en Español pincha en: Concursos literarios)

concurso novelas etc mayo Portugués

Olá, amigos internautas! Esta é a minha seleção dos concursos literários com data de apresentação no mês de maio. Utilizei como critérios de escolha:

  1. Concurso internacional: ou seja, podem participar pessoas de qualquer nacionalidade ou lugar de residência (restrições em razão da idade e idioma – português e Español).
  2. Gênero literário: contos, novelas, etc (não está incluída poesia)
  3. Forma de apresentação: todos os concursos selecionados permitem a inscrição por e-mail.
  4. Todos oferecem prêmios em dinheiro.

Vamos dividí-los conforme o idioma de apresentação: 

Português:

1 –  Concurso Literário Osório Alves de Castro – (27/05/2016 -/Conto/ Prêmio 1750 reais e publicação /Aberto a: sem restrições ) 

Todos os outros concursos que encontrei as bases estão em espanhol, já que a maioria dos concursos em idioma português são muito restritivos. Mas se você escreve em espanhol, vale a pena tentar.

Espanhol:

  • PREMIO GABRIEL GARCÍA MÁRQUEZ DE PERIODISMO (Colombia) Concurso por email
    (11:05:2016 / Periodismo / diploma y la suma bruta de treinta y tres millones de pesos colombianos / Abierto a: trabajos periodísticos publicados por primera vez en lengua española o portuguesa entre el 1 de abril de 2015 y el 31 de marzo de 2016.)

(11:05:2016 / Relato / 1.000 € / Abierto a: sin restricciones)






Agora é só escolher e colocar a cabeça para funcionar.😉

Maio – Poesia: Concursos literários internacionais

(Para leer el artículo en Español pincha en: Concursos literarios)

Concurso poesia maio Português

Olá, amigos internautas! Esta é a minha seleção dos concursos literários com data de apresentação no mês de maio. Utilizei como critérios de escolha:

  1. Concurso internacional: ou seja, podem participar pessoas de qualquer nacionalidade ou lugar de residência (restrições em razão da idade e idioma – português e Español).
  2. Gênero literário: Poesia
  3. Forma de apresentação: todos os concursos selecionados permitem a inscrição por e-mail.
  4. Todos oferecem prêmios em dinheiro.

Vamos dividí-los conforme o idioma de apresentação:

Português:

1 –  XVII Concurso de Poesia Agostinho Gomes – (31/05/2016 -/Poesia/ Prêmio 775 euros e publicação /Aberto a: sem restrições ) 

Todos os outros concursos que encontrei as bases estão em espanhol, já que a maioria dos concursos em idioma português são muito restritivos. Mas se você escreve em espanhol, vale a pena tentar.

Espanhol:








Agora é só escolher e colocar a cabeça para funcionar.😉

Para os amantes do Rap: Concurso Cervantes en Rap

(Para leer el texto en Español pincha: Cervantes en Rap)

cervantes en Rap

 De última hora

Oi amigos. Estava de férias mas já voltei. Ia começar a postar na próxima semana, mas achei interessante colocar esse post de última hora, já que o prazo está na porta. Se trata de um Concurso de Rap internacional, muito interessante. Podem participar pessoas de todos os países e de qualquer nacionalidade.

A língua oficial do concurso é a Castelhana, ou seja, Língua Española.

Mais informação abaixo:

 

CERTAMEN CERVANTES EN RAP (España)
16:05:2016

Género:  Rap

Premio:  4.000 €

Abierto a:    sin restricciones

Entidad convocante: Fundación Festival Internacional de Teatro Clásico de Almagro

País de la entidad convocante: España

Fecha de cierre:  16:05:2016

BASES

Continuar lendo

Resenha Filme: Amazing Grace

(Para leer el texto en español pincha en: Amazing Grace)

reseña película Amazing Grace

 “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.

Essas palavras poderiam estar escritas, sem sombra de dúvida, no túmulo de Willian Wilberforce.

Amazing Grace 2

Amazing Grace é um filme inspirador

Alguns filmes nos fazem pensar sobre o sentido da vida. Não no sentido genérico da vida, me refiro ao sentido individual, a minha e a tua vida. Qual o propósito da minha vida? O que estou fazendo a parte de cuidar dos meus objetivos? Estudamos, trabalhamos, temos filhos, cachorros, gatos… mas, o que existe na minha vida que a torna única?

Estou convencida de que a vida de cada pessoa tem um propósito que ultrapassa a porta de casa.

William_wilberforce21

Willian Wilberforce

Amazing Grace conta a história de Willian Wilberforce, um jovem que poderia ter escolhido  a vida que quisesse. Filho de um rico  comerciante, estudou na Universidade de Cambriage, onde fez amizade com o futuro Primeiro Ministro Inglês William Pitt (O Novo). Com apenas 21 anos Wilberforce se converteu em membro do parlamento e passou a dedicar sua vida à luta contra a escravidão.

Eleito deputado por Hull e Yorkshire, depois de deixar atrás uma vida dissoluta, se converteu em um cristão comprometido. Conheceu a John Newton, um sacerdote que havia sido capitão de um navio negreiro, e que arrependido de como havia levado a vida, compôs a canção “Amazing Grace” (versão Il Divo), título do filme. O jovem Willian pensava dedicar-se à pregação, entretanto, seu amigo William Pitt o animou a dedicar-se à política e a causas tão nobres como a luta contra a escravidão.

Foram anos de luta em que muitas vezes Wilberforce pensou em desistir, mas sempre aparecia alguém que o animava. Até que um dia… bem, não vou contar mais… veja o filme, garanto que você vai gostar.

William-Pitt

Willian Pitt

Somos jovens demais para pensar que é impossível. Por isso conseguiremos.

(William Pitt, “Amazing Grace”)

 

 

Essa é a frase com a qual termina o filme:

«William Wilberforce seguiu lutando contra as injustiças o resto da vida. Transformou os coração e a opinião dos cidadãos da sua nação em assuntos como: educação, saúde pública, reforma penitenciária; tudo isso para cumprir seu segundo grande sonho: fazer do mundo um lugar melhor».

Pensemos nisso: Pelo que estamos lutando? Que palavras nos descreverão quando terminemos nossa carreira nesse mundo? 

Até breve!

Dia Internacional do livro infantil

(Para leer el texto en español pincha en: Día del libro infantil)

1 andersen

Não podia deixar de comemorar o Dia Internacional do Livro Infantil, que se celebra cada ano no dia 2 de Abril, desde 1967.  Se celebra todos los años el día 2 de Abril, desde el año de 1967. Essa data foi escolhida em homenagem ao escritor dinamarquês Hans Christian Andersen. 

Agora deixo um dos tantos contos de Andersen e depois veremos um pouco da sua  biografia.

A princesa e a ervilha

Era uma vez um príncipe que queria se casar com uma princesa; mas ela tinha que ser uma princesa de verdade. Ele viajou por todo o mundo para encontrar uma, mas em lugar algum ele conseguiu encontrar o que ele queria. Havia muitas princesas, mas era muito difícil descobrir se elas eram verdadeiras. Havia sempre algumas coisas nelas que não eram como deviam ser. Então ele voltou para casa novamente e ficou triste, porque ele gostaria muito de encontrar uma princesa de verdade.

Uma noite caiu uma forte tempestade acompanhada de trovões e raios, e a chuva caía torrencialmente. De repente alguém bateu no portão de entrada da cidade, e o velho rei foi abrí-lo.

Era uma princesa que ali estava em frente ao portão. Mas, que pena! a visão que a chuva e o vento fizeram dela. A água caía de seus cabelos e das roupas; e escorriam até os dedos dos seus sapatos e chegavam até o calcanhar. No entanto, ela dizia que ela era uma princesa de verdade.

“Bem, logo descobriremos,” pensou a velha rainha. Mas ela não disse nada, foi para o quarto, tirou todos os utensílios que estavam na cabeceira da cama, e colocou uma ervilha no fundo; depois ela pegou vinte travesseiros e os colocou em cima de uma ervilha, e depois colocou vinte edredões em cima desses travesseiros.

A princesa teria de dormir em cima deles a noite toda. Ao amanhecer, lhe perguntaram como ela tinha dormido.

“Oh, muito mal!” disse ela. “Nem sequer consegui fechar os olhos a noite toda. Deus sabe lá o que havia na cama, mas eu estava deitada em cima de alguma coisa muito dura, então eu fiquei com o corpo todinho marcado. Foi horrível!”

E foi assim que eles descobriram que ela era uma princesa de verdade porque ela havia sentido a ervilha através dos vinte travesseiros e dos vinte edredões.

Ninguém, exceto uma princesa de verdade poderia ser tão sensível como ela.

Então o príncipe a tomou como esposa, pois agora ele sabia que ela era uma princesa de verdade; e a ervilha ficou exposta num museu, onde ela poderia ser vista, se ninguém a roubasse. Essa sim que é uma história de verdade!

2 andersen

Conhecendo um pouco sobre Hans Christian Andersen

Na sua autobiografia titulada “O conto de fadas de minha vida“, o escritor dinamarquês (1805-1875) afirma que a sua mãe, lavadeira, era uma mulher instruída. Seu pai, por outra parte, era um sapateiro com muita imaginação poética, que sempre presenteava seu filho com livros que este devorava. Andersen sempre foi um menino solitário que nunca brincava com outros meninos. Seus companheiros e amigos eram os livros. A infância de Andersen foi marcada pela miséria e problemas psicológicos. Quando tinha 11 anos seu pai morreu e ele teve que abandonar os estudos e começar a trabalhar para poder sobreviver. Foi ajudante de alfaiate, trabalhou numa fábrica de cigarros, até que começou a trabalhar em um teatro. Primeiro trabalhou com fantoches, dançou e cantou (tinha uma linda voz de soprano).  Entretanto com a juventude a sua voz mudou e Andersen começou a escrever (obras de teatro, poemas, novelas).

Aos 24 anos entrou na Universidade de Copenhague e começou a ser reconhecido como dramaturgo e poeta. Apesar de ter escrito muitas novelas, poemas e obras teatrais, Andersen realmente passou a ser conhecido pela sua magnífica coleção de contos de fadas publicada entre 1835 e 1872. Tenho certeza que você já escutou falar de varios contos de Andersen, entre os quais encontramos:

 

Te animo a contar contos às crianças que você conhece. Os contos enriquecem a imaginação das crianças e ajudam a criar ferramentas psicológicas para que elas enfrentem as situações da vida.

Um grande abraço e até breve!