Conto infantil, Sem categoria

O Grande dia chegou: Lançamento do meu conto infantil ilustrado

(Para leer el texto español pincha aquí: Lanzamiento del cuento Carlota no quiere hablar) "Carlota não quer falar" já é realidade No sábado 1 de abril foi o evento de lançamento do meu primeiro conto infantil ilustrado. Foi uma manhã ótima, organizada por Edições Sar Alejandría no Centro Cultural Les Aules de Castellón. Fotografías de Cesar Miltons… Continuar lendo O Grande dia chegou: Lançamento do meu conto infantil ilustrado

Anúncios
Escrever, lugares que convidam a escrever, Poesia

Lugares que me convidam a escrever: Alejandro

Dorme, meu coração, porque enquanto sonhas velarei por ti. Estás tão sereno que ninguém diria que acordado tu és meu tsunami e minha alegria. Segues crescendo, meu amor, mas enquanto eu seja a tua “mamá querida” te guardarei nos meus braços e te encherei de carinhos. Já virá o dia em que terás vergonha de fazer-me mostras de afeto em público. Mas ainda assim, te olharei nos olhos e ali, escondido dentro de ti, verei todo o amor que tens por mim. Descansa entre sonhos, minha vida, e perdoa-me por todos os erros que cometi pelo caminho. Eu sei que foram muitos! No entanto, se há algo que possa dizer em minha defesa, é que me equivoquei, não por amor pouco, sim por amar intensamente e desejar que fosses o melhor de mim. Ah, “mi niño”! Não entendo como pudeste transformar toda minha vida em tão pouco tempo. Me mostras-te que me falta paciência, me sobra intolerância e ainda assim me amas. Sigo aprendendo, “cariño”, porque contigo estou no caminho... espero caminhar ao teu lado durante muitos anos. Dorme, meu coração.

Minhas homenagens

Amor e como Drummond o transforma em poema

Sui géneris É exatamente assim que vejo o amor nos poemas de Drummond "sui géneris". É um amor corriqueiro, do dia a dia, sem tantas palavras floreadas. Não sofre desesperadamente pelo amor perdido, porque compreende que o verdadeiro amor nunca se perde, nunca vai embora e não abandona, porque "amor é bicho instruído", pula o muro… Continuar lendo Amor e como Drummond o transforma em poema

Poesia, Poesia ilustrada, Textos

Amor sem palabras

(Para leer el texto en Español pincha: Amor sin palabras) No me pidas para escribirte poemas de amor, cuando todo mi amor está delante de ti. Compréndelo, las palabras no pueden contener lo que siento por ti. Puedo escribirte sobre el amor, pero, no me pidas para expresarlo en palabras. Eso es demasiado para mi.… Continuar lendo Amor sem palabras