A guerra é uma opção?

(Para leer el texto en español pincha en: ¿La guerra es una opción?)

La guerra es una opción - torre de londres
Ilustração: Claudine Bernardes.  Amapolas de cerámica na Torre de Londres.

 

Amapolas de Cerâmica

_Mãe, onde está papai?
_ Está longe, meu amor, em outro país, lutando pela nossa liberdade.
A mulher tentava não chorar, enquanto o filho a olhava com dúvidas, sem entender o que significavam aquelas palavras. “Quando se haviam tornado escravos?” – Pensou o pequeno, no entanto preferiu não dizer nada

_ Mãe, quando o papai vai voltar? – Ele já estava cansado de esperar. Queria brincar com seu pai, receber seu abraço, e perguntar-lhe se da luta havia resultado a liberdade.
_ Logo, meu amor, logo. – Respondeu a mãe, tentando conter as lágrimas.
No entanto, quando o pai chegou, não era o que a criança esperava. Curioso, o menino caminhou ao redor da grande caixa coberta pela bandeira do seu país. Por que seu pai estava ali dentro? Queria brincar de esconde-esconde?
_ Você pode sair, papai! – Gritou, esperando que o pai saísse do esconderijo com seu grande sorriso. – Sei que você está aí! – Mas não houve resposta.
A mãe, com a voz trêmula, abraçou-o e lhe disse baixinho.
_ Papai não vai acordar, e não sairá desta caixa. Ele morreu como um herói.

Essas palavras deixaram o menino ainda mais cheio de dúvidas. “Os heróis não morrem! Eles estão sempre aí para livrar-nos de problemas” Desejou gritar, mas ao levantar seus olhos, uma multidão de olhares de pena o fizeram calar.
O menino se tornou homem, pai e depois avô. Um dia, andando com seu neto pelas ruas de Londres, um mar vermelho das amapolas de cerâmica chamou a atenção de ambos. Elas caiam como uma cachoeira de sangue pela janela da torre, espalhando-se ao redor da grande muralha.
O Homem, indicando uma flor, disse:
Você vê essa flor ali? A que está mais distante das outras?
_ Sim, vovô, a vejo. O que é?
_ Essa flor foi um soldado que lutou pela liberdade, um herói que morreu com honra … e ainda que para muitos é apenas uma flor de porcelana, para mim sempre será o pai que amava, mas que não pode ver-me crescer.

Em muitos a guerra produz uma mistura de sentimentos, confusão. No meu caso não é diferente. Claro, eu não gosto de guerras. No entanto, enquanto no coração humano habitar o ódio, orgulho, arrogância e egoísmo, continuará havendo guerras. Guerra dos que querem conquistar e guerra dos que desejam defender. Escrevi estes dois textos porque me senti impactada pela imagem que vi na Torre de Londres. 888. 246 flores de cerâmica, cada uma representando um britânico que caiu na Segunda Guerra Mundial.

Amapolas na Torre de Londres

As flores caiam como cascata pela janela, recordando aqueles caíram para defender a liberdade. Sua ausência deixou um profundo vazio no coração dos que os amavam. Flores sem nome, lembrança escarlata, como o sangue dos caídos pela liberdade.

Deixo algumas frases sobre guerra, para que meditemos:

“Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra.” Bob Marley

Quando os ricos fazem a guerra, são sempre os pobres que morrem.

Jean-Paul Sartre

“Nunca houve uma guerra boa nem uma paz ruim.”  Benjamin Franklin

Ninguém ganhou a última guerra nem ninguém ganhará a próxima. Eleanor Roosevelt

E você, o quê pensa? Espero a sua opinião e comentários. Você pode compartilhar esse texto e assim saber o que pensam os seus amigos também. Obrigada por passar pela “Caixa de Imaginação”. Até breve. 😉

 

Anúncios

2 comentários sobre “A guerra é uma opção?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s