Categoria: Contos que educam

Contos e quebracabeça: desenvolver as funções executivas e educação emocional

Hoje quero compartilhar com vocês uma atividade muito interessante que fiz com meus alunos da Escola Bíblica Dominical, mas que você pode fazer na escola, em casa, no parque, nas oficinas de educação emocional e desenvolvimento da criatividade. SOBRE A ATIVIDADE Primeiro vou contar como realizei a atividade e depois explicarei os benefícios que elas

Continue lendo

CINCO Contos para abordar a MORTE

ESCONDER OU FALAR SOBRE A MORTE? Esconder, temer, silenciar ou dar respostas erradas e explicações sobre o que acontece ao nosso redor só fará com que a experiência da morte, além de ser extremamente dolorosa, possa se tornar complicada ou patológica. Crianças e adolescentes percebem a morte de seus entes queridos, sentem e questionam muitas

Continue lendo

COMO POSSO AJUDAR UMA CRIANÇA QUE EXPRESSA MUITA RAIVA?

Antes de responder a essa pergunta, é muito importante esclarecer que é super natural que uma criança dessa idade tenha momentos em que expresse a raiva de uma forma bastante forte. Essa é a idade da birra, principalmente porque ao não conseguir se comunicar de forma adequada com o adulto a criança se frustra e daí

Continue lendo

Video-Aula Contos: Tour pelo Mundo Mágico-Simbólico

Vem comigo!!! Vamos fazer um TOUR pelo “mundo mágico-simbólico”, visitaremos lugares incríveis: contos, lendas, mitos; veremos o seu simbolismo, conheceremos os arquétipos do inconsciente coletivo e como eles se manifestam nas nossas vidas.  Estudaremos a Jornada do Herói de Joseph Campbell e aprenderemos como podemos aplicar este conhecimento à vida prática (à nossa, dos nossos

Continue lendo

Conheça o Conto “A Amendoeira Triste”, um material completo para trabalhar a tristeza, o otimismo e a resiliência. Vem com o Jogo do Otimismo.

Uma alma triste pode matar mais rapidamente que uma bactéria  (John Steinbeck)  Quando lancei o meu primeiro livro “Carlota não quer falar”, juntamente com o “Projeto de Educação Emocional com Carlota” recebi diversas mensagens perguntando porque não havia introduzido a tristeza entre as emoções trabalhadas no citado material. Não o fiz porque desejava trabalhar a tristeza de

Continue lendo

OFICINA “PONTE ENTRE GERAÇÕES” – Livro Contos que Curam

Como vocês já sabem, há pouco lançamos o livro Contos que Curam. Este livro está formado por 24 Oficinas de Educação Emocional por meio de contos. Além de ser coordenadora editorial junto à Flavia Gama, também sou autora da oficina que abre este livro, que se chama “Ponte entre Gerações”. Antes de contar um pouco

Continue lendo

Oficina de Autoestima – Educação Emocional através de Contos.

Quer conhecer uma atividade para trabalhar a autoestima??? Oficina de contoexpressão: O que te faz único é… por Claudine Bernardes (Especialista em Contos e Fábulas Terapêuticas).

CONTOEXPRESSÃO Curso ONLINE de Educação Emocional e Terapia através de Contos.

Como vocês já sabem estive no Brasil durante os meses de julho e agosto realizando o curso de Contoexpressão em diversas cidades. Muitos não puderam participar e me escreveram pedindo que realizasse o curso de forma online, já que ainda não tenho previsão para voltar ao Brasil, resolvi atender o pedido de vocês. E aqui  está o Curso de Contoexpressão: Educação Emocional e Terapia através de Contos.

Os pais como agentes de mudança: Educação Emocional através de contos.

Quando comento com alguém que sou facilitadora de Educação Emocional através de Contos, a grande maioria das pessoas pensam que trabalho exclusivamente com crianças. Na verdade isto está completamente longe da realidade. Por incrível que pareça a grande maioria de oficinas que realizo estão dirigidas a adolescentes, jovens e adultos. Uma das oficinas que mais

Continue lendo

Conto + Atividade: O Idioma de Júlia. Para pintar, desenhar, cantar e dançar.

Oi, tudo bem?! Como ultimamente tenho recebido muitas mensagens agradecendo pelo material que preparo e compartilho, resolvi trazer algo bastante exclusivo. Isso mesmo! Se trata de um conto inédito, que escrevi para dar protagonismo a Júlia, que é a melhor amiga de Carlota (do meu conto “Carlota não quer falar”).  O Conto que se chama “O Idioma de Júlia” será de ajuda para ensinar as crianças que cada pessoa é diferente, mas que apesar das nossas diferenças podemos ser amigos e passar tempo juntos, fazendo coisas que gostamos.